Da Escrita à Reescrita de Textos: Implicações do Processo de Avaliação em Contexto de Ensino de Língua Materna 

 
Descrição: Considerando que o ato de avaliar é inerente à atuação docente nas diversas instâncias de ensino, este projeto de pesquisa busca explorar as implicações do processo de avaliação na prática de produção textual (da escrita à reescrita de textos) em contexto de ensino de língua materna. Para tanto, parte da investigação de documentos oficiais que tratam do ensino de língua materna no país, como os Parâmetros Curriculares Nacionais (1998; 2000; 2002), os Referenciais Curriculares do Estado do Rio Grande do Sul (2009), as Orientações Curriculares para o Ensino Médio (2006) e a atual Base Nacional Comum Curricular (ainda em desenvolvimento no Ministério da Educação - MEC), com vistas a identificar o estatuto da avaliação nesse contexto. A partir desse percurso, busca-se correlacionar as acepções divulgadas nesses documentos com aquelas propostas por teorias de estudo do texto e do discurso e pela Linguística Aplicada. O mapeamento prévio desses materiais indica uma lacuna de reflexão em torno do ato de avaliação no escopo da Teoria da Enunciação de Émile Benveniste, de tal forma que o presente projeto de pesquisa intenciona, primeiro, propor uma concepção de avaliação atrelada aos pressupostos enunciativos e aliada aos princípios norteadores dos documentos oficiais, e, segundo, refletir acerca dos efeitos da avaliação da escrita-reescrita de textos no processo de constituição do aluno como sujeito de linguagem.
 
Bolsista: Vanessa Chaves Bernardo
Participantes voluntários: André Felipe Santos da Silva, Emerson Luis Maurmann Lemos, Maiara Stefani Costa Brandão 
Coordenação: Profa.Dra. Carolina Knack